fbpx

Uma das línguas mais famosas do mundo.

Uma das imagens mais icônicas de todos os tempos é do Albert Einstein mostrando a língua.  A foto foi tirada em 14 de março de 1951, em um evento em Princeton para homenagear o 72º aniversário de Albert Einstein, que foi convidado a sorrir para a câmera pelo fotógrafo Arthur Sasse.

Para a surpresa de Sasse, diante dos flashes o cientista mostrou a língua!

Einstein achou o resultado tão divertido que pediu nove cópias para seu uso pessoal.

Uma das cópias, Albert Einstein mandou para o premiado jornalista da CBS e ABC Anchor, Howard K. Smith, com a seguinte dedicatória: “Este gesto você vai gostar, porque é destinado para toda a humanidade. Algo que um cidadão pode fazer mas um diplomata não ousaria”.

1

A foto de Einstein captura seu espírito de rebeldia e inconformismo, disse John Reznikoff, da Universidade de Arquivos em Westport, Connecticut. “É sem dúvida a foto mais desejada de Einstein que já vi.” Ele acredita que Einstein conheceu a implicação arriscada de seu gesto agora famoso. “Você pode dizer pela inscrição que ele entendeu completamente o poder que a imagem transmitia e o que ele estava fazendo era bastante perigoso, considerando o governo da época que forçava os intelectuais a entregar nomes”. O gesto foi feito no meio de um dos momentos mais controversos na história americana – a era McCarthy.

Uma atitude genial.

Esta imagem de um dos gênios mais famosos do mundo tornou-se um símbolo atemporal de não conformidade. De acordo com Marcia Bartusiak, autora “Einstein’s Unfinished Symphony” e “The Day We Found the Universe”, a imagem mostra um dos maiores homens da história fazendo algo muito fora do comum em termos de grandes figuras da história. É inesperado demais ver o rosto mais familiar da ciência fazendo algo travesso.

Então, na próxima vez que você fizer uma selfie mostrando a língua, tenha certeza de que você a cuidou bem, usando The Original TUNG Brush e Gel como parte de sua rotina diária! Vai que sua foto também fique famosa. Já pensou? =)

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: