fbpx

Mitos e verdades sobre halitose.

A halitose é um problema que atinge milhões de brasileiros, prejudicando a vida pessoal e até profissional de quem sofre com o distúrbio. Muitas vezes a falta de informação correta pode agravar ainda mais o problema. Por isso, criamos uma lista com alguns mitos e verdades.

Untitled design (2)MITOS

Quem tem halitose tem consciência do problema

MITO. O que torna a halitose complicada é que os cientistas já provaram: as pessoas não conseguem sentir o próprio hálito. E, assim, NÃO percebem quando exalam odor pela boca.

Usar próteses dentárias facilita o mau hálito

MITO. O problema não é o uso da prótese, mas sim a má higienização da mesma. Se a limpeza não for correta, é provável que bactérias se acumulam irão criar mau hálito.

Mascar chiclete sem açúcar acaba com o mau hálito

MITO. Chicletes sem açúcar estimulam a salivação e mascaram o mau hálito. No entanto, o efeito é passageiro e não traz solução para qualquer que seja a causa.

É difícil combater o mau hálito

MITO. Em aproximadamente 100% dos casos com origem no biofilme oral o distúrbio tem cura e o tratamento é simples. Na maioria das vezes, o hábito de fazer a higiene oral completa em 4 passos resolve: 1) escovação dos dentes 2) uso de fio dental 3) uso de interdentais 4) limpeza da língua com a escova e o gel da TUNG.

VERDADES

Consumir proteínas de origem animal interfere no hálito

VERDADE. O consumo em excesso de proteínas pode contribuir para a mudança do PH alcalino e, assim, favorecer o desenvolvimento de bactérias que provocam mau hálito. Proteínas de origem animal ajudam na formação de muco, criando o acúmulo de biofilme lingual conhecido como saburra, que é um dos maiores vilões do hálito.

Jejum prolongado acentua o mau hálito

VERDADE. O organismo que fica muito tempo sem ingerir nenhum tipo de alimento começa a liberar ácidos graxos, substâncias que automaticamente provocam o mau hálito. Por isso, é recomendado comer de três em três horas.

Aparelho ortodôntico pode causar problemas de halitose

VERDADE. Usar aparelhos ortodônticos, principalmente fixos, aumenta a retenção dos alimentos e dificulta a higienização. Se a higiene oral é precária, a chance do mau hálito aumenta consideravelmente. Por isso, além da escovação cuidadosa, recomenda-se ainda o uso de escova interdental para a limpeza entre os dentes e os brackets.

Comer vegetais e frutas ajuda a combater o mau hálito

VERDADE. Alimentos como maçã, pepino e cenoura crus com casca podem ser um complemento da higiene oral, impedindo o acúmulo de bactérias que causam cheiros desagradáveis. Mas não pense que isso basta. A higiene oral completa e eficiente continua sendo fundamental.

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: