fbpx

Hora de falar sobre halitose na infância.

A halitose é algo que pode afetar tanto adultos como crianças. No caso dos pequenos, é papel dos pais prestarem atenção nas alterações do hálito dos filhos e buscarem uma solução

As causas da halitose na infância podem ser diversas.

É comum o mau hálito ser consequência de inflamações nas vias respiratórias, como sinusite, amigdalite, rinite ou adenóide, que fazem com que a criança respire pela boca, causando uma diminuição da saliva.

Quando a criança fica muito tempo em jejum, também acontece a mesma diminuição de saliva e pode ocorrer o mau hálito.

Além disso, alguns tipos de amídalas tem cavidades que retém alimentos e, com o acúmulo, provocam a proliferação de bactérias.

Na maioria das vezes, a origem do problema está na boca e na falta de uma higiene oral completa, que inclui a limpeza da língua.

Sim, crianças também precisam escovar a língua.

O ideal é que o hábito da higiene oral faça parte da educação dos pequenos, para que a prática desde cedo seja algo natural na rotina diária.

É importante demais ensiná-los a escovar cuidadosamente os dentes, usar de fio dental e escovar as partes moles da boca, principalmente a língua, fazendo movimentos de dentro para fora a fim de retirar todos os resíduos que se acumulam entre as papilas, no dorso e nas laterais da língua.

A nossa escova TUNG pode ajudar bastante nesse sentido, já que foi desenhada respeitando a anatomia e texturas da língua.

Untitled design

Um alerta importante.

O mau hálito pode trazer problemas para as crianças no convívio social. Nos casos mais graves, elas podem ser excluídas e ser vítimas de ‘bullying’. Por isso, é preciso ficar atento e, diante de qualquer bafinho persistente, buscar ajuda de um pediatra de confiança e odontopediatra para avaliar a causa.

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: