fbpx

Saúde oral e halitose sob o ponto de vista da Homeopatia.

Uma entrevista exclusiva com o especialista Dr. Mario Sergio Giorgi.

Trouxemos mais um convidado especial para falar sobre halitose em nosso blog. É o Dr. Mario Sergio Giorgi, cirurgião dentista, professor adjunto da Clínica Odontológica Integrada da Universidade Bandeirante Anhanguera, professor de Atenção Básica em Saúde Bucal — FACIG, Presidente da Câmara Técnica Dentística do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo — CROSP e Gestor do Curso de especialização em Homeopatia ALPHA/APH. 

TUNG blog

TUNG- Como os hábitos alimentares podem contribuir para a halitose?

Dr. Mario – Os hábitos alimentares podem sim produzir halitose mas temporária , em especial relacionadas a algum fator dietético  ex alho, cebola e outros alimentos com forte odor.

TUNG – Como a Homeopatia na Odontologia se diferencia no tratamento da halitose?

Dr. Mario – Para a Homeopatia a valorização  da sintomatologia individual é extremamente importante, pois vai abordar todas as esferas em que o homem adoece, ou seja, na esfera  psíquica, física, social e espiritual, entendendo o adoecimento como a forma que o indivíduo expressa seu desequilíbrio interior. Quem aprendeu  um novo conceito de indivíduo. Não é mais a parte adoecida, é a totalidade psicobiofísica que o profissional homeopata ajuda equilibrar ou  pelo menos evita que se desequilibre mais. Sendo a Halitose um problema em que os portadores apresentam sérias consequências psicológicas (ex. restrição e fobia social) a Homeopatia se apresenta como uma opção terapêutica.

TUNG – Alguns estudos indicam que 40% da população brasileira têm halitose. Ou seja, é muita gente. Há graus diferentes de halitose e, com isso, alguns casos são imperceptíveis no convívio social?

Dr. Mario – A Halitose real (genuína) pode ser fisiológica ou patológica ( bucal ou extra bucal) às vezes com grau de intensidade que leva a uma restrição social.

TUNG – Halitose sem tratamento pode desaparecer?

Dr. Mario – Halitose não é uma doença mas sim um sintoma que deve e precisa ser avaliado e orientado quanto ao tratamento.

TUNG –  O mau hálito matinal ao acordar pode ser considerado halitose?

Dr. Mario – A Halitose matinal é fisiológica, portanto natural em função da diminuição do fluxo salivar , hábitos de respiração bucal que ressecam a mucosa e promovem a descamação da mucosa e sua deposição sobre a língua, formando a saburra lingual, principal fator etiológico.

TUNG – Comer carne vermelha favorece de alguma maneira o surgimento da halitose?

Dr. Mario – Comer alimentos como carne, leite e ovos podem ser são grandes inimigos do hálito. Isso porque as bactérias que são responsáveis pela halitose são bactérias proteolíticas, ou seja, elas “comem” proteínas e o resultado desse processo é a liberação de moléculas de enxofre que causam o mau hálito. Não é necessário eliminar esses alimentos das refeições, mas sim balancear a dieta , sem exageros.
TUNG – Halitose pode ter origem emocional?

Dr. Mario – Toda situação que leva ao estresse pode interferir na produção de saliva e devido a essa secura de boca, o odor da boca pode sim ser alterado.

TUNG – Escovar os dentes várias vezes ao dia com uma escova macia, passar fio dental, usar escovas interdentais e fazer a limpeza com a escova e o gel da TUNG fazem parte da higiene oral completa que ajuda a evitar halitose. Na sua visão, os pacientes costumam levar a higiene oral a sério e a encaram com sua devida importância? Ou, mesmo num mundo com tanta informação disponível, esses cuidados ainda fazem parte da realidade de poucas pessoas?  

Dr. Mario –  Infelizmente por mais que se desenvolvam instrumentos de higiene oral, a Odontologia não vem dando destaque quanto a promoção da higiene oral, as técnicas de orientação devem ser individualizadas e atender as necessidades de cada paciente. Deve ser efetiva, não provocar trauma sobre os tecidos dentais e gengivais e despertar a motivação no indivíduo para a promoção da saúde bucal.

TUNG – Um conselho para quem descobriu que sofre de halitose e está se sentindo muito mal em relação a isso.

Dr. Mario – A orientação para quem tem halitose: o problema tem cura mas precisa ser avaliada por um CD que fará o encaminhamento para a solução do problema. “Se você é portador de halitose, não se sinta sozinho, pois pesquisas recentes indicam que cerca de 50 milhões de pessoas no Brasil sofrem com esse problema. A boa notícia é que: mau hálito tem solução.

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: