fbpx

Breve história da “medicina dentária”.

Em 800 A.C. Homero já escreveu na Odisseia:  “No Egito, os Homens são mais qualificados em medicina do que qualquer outra civilização” e “os egípcios são mais avançados em medicina do que em qualquer outra arte”.

Entre as especialidades conhecidas no Egito antigo estão a oftalmologia, gastroenterologia, proctologia e medicina dentária.

Existem registros que mostram que, no início do terceiro milénio a.C., a medicina dentária já  existia como profissão independente.

Mesmo assim, os tratamentos eram para poucos.

O melhor que a maioria das pessoas podia esperar para os dentes infectados era que caíssem rapidamente. Casos severos de dor podiam ser aliviados com o uso de ópio.

E quando ao mau hálito? Sim, há registros também.

Dependendo da época, a halitose era disfarçado com flores e poções bizarras. Um manuscrito egípcio do século 4 a.C. revela o uso de uma pasta feita com mistura de flores de íris, folhas de menta, pimenta e sal. Hortelã pulverizada, pó de ossos e areia também foram usados para limpar os dentes.

Quase todos os restos mortais egípcios apresentam dentição em mau estado por causa do desgaste de abrasão.

No entanto, as cáries eram raras em função da raridade de açúcares.

O artefato mais antigo encontrado para limpeza dos dentes foi um ramo de planta com fibras desfiadas na extremidade, que estava numa tumba egípcia de 3 mil a.C.

Enquanto isso, a primeira escova de cerdas, surgiu em 1498 na China. O instrumento vinha com uma haste de bambu ou osso. Pelos de porco ou cavalo faziam a função das cerdas.

Até que, somente em 1938, foi criada pela empresa DuPont a primeira escova de dentes com cerdas de nylon como conhecemos hoje.

No final do século XX, veio outra grande invenção. Foi quando surgiram nos Estados Unidos a escova e o gel da TUNG para fazer a limpeza da língua e combater a halitose. O design da escova foi totalmente desenvolvido para a limpeza da língua, considerando suas características anatômicas, como textura e alcance, enquanto o gel tem fórmula avançada com Zinco que ajuda a curar o mau hálito.

É interessante olhar a história e perceber a evolução da Odontologia.

Ainda mais diante dos recursos atuais que se traduzem em mais saúde e qualidade de vida para tantas pessoas.

 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: