fbpx

Quem inventou a “halitose crônica”?

Halitose é o termo médico e técnico para o “mau hálito”. Uma situação que surge quando as bactérias que se acumulam na boca – especialmente na língua – liberam gases de enxofre e outras moléculas com cheiro desagradável.

E, francamente, quem nunca passou por isso na vida?

Então, nesse sentido, ninguém inventou a halitose. O “problema” é tão antigo quanto a humanidade.

No entanto, o termo “halitose crônica” só foi disseminado a partir da década de 1920, quando uma campanha publicitária de um enxaguante bucal chamou a atenção de todos.

No divertido livro Freakonomics, os autores Steven Levitt e Stephen Dubner contam a história:

Os novos anúncios do enxaguante bucal mostravam mulheres e homens jovens, todos desesperados, ávidos por casamento, mas afastados de seu companheiro por conta do hálito podre. “Posso ser feliz com ele, apesar disso?” Uma donzela perguntou a si mesma. Até aquele momento, o mau hálito não era convencionalmente considerado uma catástrofe. Mas o enxaguante bucal mudou tudo isso. E, em apenas sete anos, a receita da empresa passou de US $ 115 mil para mais de US $ 8 milhões.

É uma história de negócios clássica. Uma solução sem problema. Se ninguém está comprando seu limpador de piso industrial, invente algum novo problema para que ele possa resolver.

Você sabia que ao mesmo tempo, esse enxaguante bucal foi vendido como uma cura para a gonorréia?

Como foi originalmente inventado para ser um anti-séptico cirúrgico e, aparentemente, não havia cirurgiões suficientes para comprá-lo, surgiu a ideia de usá-lo para tratar doenças sexualmente transmissíveis.

Se você já usou alguma substância em sua boca que um dia serviu para tratar da gonorréia e da limpeza do chão, certamente sentiu uma forte ardência na sua delicada mucosa oral.

Sendo assim, fica a pergunta: o bochecho realmente ajuda a tratar o mau hálito?

Bem, não há dúvida de que existe uma sensação imediata de “frescor” depois de limpar sua boca com essas substâncias poderosas. Isso porque todos os tipos de células acabaram de morrer em sua boca.

Bochechos com substâncias que contêm álcool conseguem ressecar sua boca, criando uma ambiente para formar que ainda mais bactérias. Embora tenha um benefício imediato, o resultado final pode realmente tornar o seu hálito ainda pior!

Mas os problemas não acabam por aí!

O Australian Dental Journal informa que existem evidências suficientes para aceitar a proposição de que o desenvolvimento do câncer bucal pode também estar relacionado ao uso de enxaguatórios contendo álcool.

E quanto aos enxaguantes sem álcool? Na verdade, eles não conseguem eliminar as bactérias que se alojam nos cantos e recantos da língua, por isso não resolvem efetivamente o problema da halitose.

Por isso, muitos dentistas e higienistas recomendam o uso de uma escova de língua para remover fisicamente a “gosma” que fica sobre essa superfície rugosa.

Associando a escova específica da língua com o potente gel da TUNG, que contém cloreto de zinco, os gases produzidos pelas bactérias são neutralizados… e voilá! Hálito fresco!

Se você está disposto a curar a halitose, melhorar sua higiene oral e ter uma saúde melhor, é hora de começar a escovar a língua!

A escova e o gel da TUNG são o começo. Experimente por 7 dias. Você vai ficar surpreso com o quanto se sentirá melhor!

 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: