fbpx

Produtos químicos nos alimentos. Fique atento!

Comer alimentos saudáveis faz bem, concorda? Muitas vezes nos orgulhamos de selecionar produtos orgânicos, de cozinhar comida caseira para nossos bebês, de beber muita água e de controlar gorduras e açúcares.

Mas sabia que existem produtos químicos escondidos nos alimentos e nas embalagens que podem ser prejudiciais para a sua saúde e de seus filhos também?

Segundo a Associação Americana de Pediatria, há uma série de produtos químicos que são adicionados aos alimentos e na composição das embalagens que podem contribuir para a obesidade, problemas de puberdade e outras questões de saúde.

Por isso, uma recomendação importante é SEMPRE ficar de olho na embalagem e não apenas no alimento que ela contém. Já que algumas das substâncias químicas não saudáveis podem estar presentes de maneira não óbvia, nem revelada.

Os cinco “líderes problemáticos” são:

Nitratos e nitritos: são usados especialmente para a preservação de alimentos e carnes processadas (como cachorros-quentes). Podem interferir na produção de hormônios da glândula tireóide.

Ftalatos: encontrados em muitos plásticos, esses produtos químicos podem estar associados à obesidade infantil e doenças cardíacas, assim como o desenvolvimento genital masculino.

Bisfenol: os produto químico que incluem “BPA” são usados ​​para produzir plásticos e revestir latas de metal. Pode, afetar o desenvolvimento da puberdade, diminuir a fertilidade, aumentar a gordura corporal e causar impacto negativo em nosso sistema imunológico e nervoso.

Percloratos: costuma ser adicionado à embalagem de alimentos secos, a fim de controlar a eletricidade estática. Além de ser prejudicial para a função da tireóide, também pode afetar o desenvolvimento do cérebro na fase inicial da vida.

Compostos perfluoroalquílicos (PFCs): usados na produção de panelas e frigideiras antiaderentes ou em roupas impermeáveis, podem afetar significativamente o desenvolvimento dos órgãos sexuais masculinos, levando os pênis a crescerem menos e a ficarem mais finos. Fora isso, podem prejudicar a imunidade do corpo e até mesmo afetar a fertilidade. Esses dados foram divulgados no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.

Então, o que fazer?

Além de manter fortes hábitos de higiene oral, como escovar os dentes e limpar a língua para livrar a boca de alguns acúmulos químicos, aqui estão alguns passos simples para reduzir a exposição a esses produtos químicos:

  1. Leia os rótulos das embalagens para saber quais composições químicas estão presentes!
  2. Não use plásticos com códigos de reciclagem 3, 6 ou 7. Procure usar apenas plásticos BPA free.
  3. Evite usar plásticos no microondas ou na máquina de lavar louça.
  4. Procure usar recipientes de vidro e aço inoxidável.
  5. Reduza o consumo de carnes processadas.
  6. Coma mais produtos frescos ou congelados em vez de produtos enlatados.
  7. Limpe todas as frutas e legumes que você não consegue descascar.
  8. Lave bem as mãos antes e depois de manusear os alimentos.
  9. Mantenha-se informado e vigilante. Esse é o melhor caminho para uma vida saudável de toda sua família.

 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: