fbpx

Olfato, emoções e memória.

O olfato é um sentido que ajudou nossos ancestrais a aprender a caçar ou fugir. É também o sentido que faz nossa mente viajar para outros tempos. Como não voltar para a infância quando sentimos um cheiro específico daquela época?

O aroma certo pode evocar sensações vívidas e reais. Se o olfato é nosso sentido mais lento, porque depende de mensagens levadas pelo ar (não na velocidade da luz ou do som), ele também pode ser nosso sentido mais rápido. Já que as mensagens olfativas vão diretamente do nariz para o córtex olfativo do cérebro, com processamento instantâneo.  

Os cheiros, sentimentos e memórias ficam tão próximos porque o córtex olfativo está envolvido com o sistema límbico do cérebro e com a amígdala, onde as emoções nascem e memórias emotivas são registradas.

Muitos mamíferos têm, claramente, um olfato melhor que o nosso. Enquanto nosso epitélio olfativo, a parte amarelada da mucosa localizada a sete centímetros de nossas narinas, tem cerca de 20 milhões de receptores de aromas feitos que detectam moléculas de odor (que chegam por nossas narinas ou pelo fundo de nossas bocas), um cão de caça pode ter 220 milhões de receptores.  

Mesmo assim, os humanos podem desenvolver um melhor olfato com facilidade por meio de treino.

Diversos estudos demonstram que nossa memória olfativa é longa e resistente. As primeiras associações olfativas que fazemos normalmente permanecem. Você pode esquecer o nome de uma pessoa, mas com aromas as coisas acontecem de outra maneira.

Numa pesquisa feita com grupos de suecos de cerca de 75 anos, cientistas descobriram que, enquanto os sinais escritos e visuais traziam principalmente memórias da adolescência e juventude, os aromas indicavam memórias da primeira infância, antes dos 10 anos de idade.

A explicação é que as memórias olfativas são precoces porque o nosso olfato é o nosso primeiro sentido a amadurecer. E a ligação com o córtex garante uma associação entre aromas e emoções.

O cheiro é tão importante que consegue nos conectar ou desconectar com pessoas. Por isso, a questão da halitose é tão crucial e demanda cuidados. Afinal, se o olfato é responsável por nossas memórias mais poderosas. Como você quer ser lembrado?

 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: