fbpx

Por que a língua fica verde?

Uma língua normal e saudável tem geralmente a cor rosa, vermelho claro, com um leve revestimento branco. No entanto, pode acontecer que um dia você olha no espelho e descobre que sua língua está simplesmente esverdeada.

Então, o que significa isso?

Tente lembrar se você comeu ou bebeu algum produto com corante verde. Senão, fique atento, porque uma mudança inexplicável de cor também pode ser um sinal de algum problema subjacente.

Uma infecção ou crescimento excessivo de certos germes geralmente é a causa de uma língua verde, embora existam outras causas também. Os sintomas de uma língua esverdeada geralmente desaparecem após o tratamento da condição de origem. Existem algumas condições que podem causar uma língua esverdeada e também opções de tratamento, mas é importante de qualquer maneira consultar um médico ou cirurgião-dentista.

Algumas causas da língua verde.

1.Sapinho.

A candidíase oral, chamada também de monilíase oral ou “sapinho”, é uma infecção da orofaringe provocada pelo fungo “Candida Albicans”. O sapinho pode causar descoloração da língua. A causa pode ser desde acúmulo de germes até má higiene oral. A candidíase oral ocorre quando esse fermento cresce descontroladamente na boca e na língua. O “sapinho” geralmente cria na língua uma aparência esbranquiçada, mas isso pode mudar para verde com o tempo, dependendo de como a infecção se desenvolve.

2. Leucoplasia

A leucoplasia causa uma mancha branca na boca ou na língua que pode ficar verde ou descolorir com o tempo. A leucoplasia está frequentemente ligada ao uso de álcool ou tabaco. A leucoplasia é tipicamente indolor e inofensiva. É recomendado que os médicos monitorem essa condição regularmente, já que ela pode se tornar cancerosa em alguns casos.

3. Língua peluda

A língua peluda é uma condição inofensiva que causa alterações na textura e na aparência da língua. Isso ocorre devido ao acúmulo de células de queratina, as proteínas que também compõem o cabelo humano. Esse acúmulo pode dar à língua uma textura áspera e peluda. Essa superfície áspera também fornece uma excelente área para a multiplicação de bactérias e fungos que também podem causar uma língua verde. A língua cabeluda é mais comum em pessoas idosas, embora possa ocorrer em qualquer idade. Os fatores que contribuem para a língua peluda incluem falta de higiene oral, uso de medicamentos como antibióticos e consumo de tabaco e cafeína.

4. Língua geográfica

A língua geográfica pode causar padrões e cores incomuns na língua. É uma condição inofensiva que causa manchas irregulares na língua. Essas manchas geralmente aparecem como um ponto vermelho escuro com uma borda branca elevada no início, mas podem mudar de cor ao longo do tempo. Essas lesões também podem mudar de forma ou localização ao longo do tempo e podem desaparecer e reaparecer com frequência. A língua geográfica pode causar outros sintomas, como sensação de queimação na boca ou desconforto ao comer, especialmente ao comer alimentos condimentados ou ácidos. A língua também pode se tornar muito sensível a produtos químicos em produtos orais e tabaco.

5. Líquen plano

O líquen plano é um distúrbio do sistema imunológico que pode causar erupção cutânea e descoloração da língua. A língua normalmente fica esbranquiçada, mas pode desenvolver uma tonalidade verde se bactérias ou fungos começarem a crescer. O líquen plano também pode causar lesões brancas na boca que podem mudar de cor dependendo dos alimentos ingeridos e no caso das bactérias começarem a se multiplicar. Essas lesões podem ser dolorosas e freqüentemente causam sensação de queimação na boca.

6. Sífilis

A sífilis é uma infecção bacteriana que pode ser transmitida sexualmente ou de mãe para filho durante a gravidez. Se uma pessoa contrai sífilis por sexo oral, ela pode desenvolver uma ferida na língua que pode mudar de cor ao longo do tempo. Se não tratada, várias feridas podem aparecer na boca. Os médicos geralmente prescrevem penicilina para tratar a sífilis.

Fonte: www.medicalnewstoday.com

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: