fbpx

Influenciadores da saúde oral.

Existem milhares de cirurgiões-dentistas que fazem sucesso no Instagram, trazendo dicas e compartilhando o cotidiano no consultório e na vida pessoal.

Só que, mesmo longe das redes sociais, esses profissionais têm grande poder de influência sobre as pessoas, porque, ao fornecer informações sobre comportamentos e estilos de vida, eles conseguem ajudar a reduzir problemas e melhoram a saúde oral dos pacientes.

Além das recomendações gerais e personalizadas de cada cirurgião-dentista, existem políticas específicas de associações e instituições ligadas à categoria profissional.

A ADA (American Dental Association), por exemplo, é enfática nas considerações sobre como o estilo de vida ajuda a reduzir os riscos à saúde oral, por meio de algumas diretrizes, como:

1) Água fluoretada.

Grande parte dos estudos e literatura avaliada em revisões sistemáticas indicam a associação entre o consumo de água fluoretada e os níveis reduzidos de cárie na dentição primária e permanente. Um experimento no Canadá interrompeu a fluoretação da água em uma comunidade a fim de comparar as taxas de cárie com outra comunidade adjacente semelhante, que manteve a fluoretação da água. O resultado demonstrou um aumento significativo na cárie dentária primária e uma tendência crescente de aumento da cárie na dentição permanente 2 a 3 anos após a interrupção do consumo da água de torneira que era fluoretada. 

2) Uso de tabaco.

É comprovado e amplamente divulgado que cigarros e produtos de tabaco sem fumaça podem incluir efeitos adversos na saúde gengival, descoloração e erosão do esmalte e câncer na boca. Por esses motivos, a ADA defende iniciativas de cessação do tabagismo e do tabaco em qualquer circunstância.

3) Piercings orais.

A literatura sobre as consequências orais dos piercings orais apresenta casos de fratura dentária, desgaste dentário e recessão gengival entre outros problemas comumente relatados. Por isso, desde 1998, a ADA estabeleceu uma política que desencoraja o piercing oral.

Enfim, são orientações que, apesar de óbvias, precisam ser lembradas e reforçadas, já que nem sempre são seguidas. 

O papel dos cirurgiões-dentistas vai muito além da realização de tratamentos, já que a prevenção também deve fazer parte do seu trabalho, considerando a orientação para uma higiene oral completa, que inclui a limpeza da língua.

Seja no consultório, seja nas redes sociais, é inegável: o cirurgião-dentista é um dos maiores influenciadores da saúde oral na vida das pessoas. 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: